As anônimas.

Um livro sobre revolta, união e revolução.

Grace e sua familia foram expulsos de sua comunidade fundamentalista após sua mãe ter um renascimento espiritual e começar a pregar liberalismo, ao chegar a sua nova casa a protagonista descobre que antiga ocupante do seu quarto sofreu de um mal que pode atingir a todas as mulheres.


Revoltada e decidida a conseguir se vingar por essa garota ela se reune com outras colegas com a intenção de bater de volta na cultura sexista que favorecia garotos populares da escola.


Um livro gostoso e excitante do inicio ao fim cheio de exemplos de jovens mulheres e sua sexualidade (por conta disso pode não ser adequado para todas as idades) como diz na contra capa: "mas quem são essas garotas? Quem são as anônimas? Elas são todas as garotas do mundo! E estão em toda parte."


Durante a narrativa a autora Amy Reed aborda tudo de complexo e diário que acontece com cada garota, seus relacionamentos, dores, duvidas, relações com os pais, outros colegas, a interações entre ela no ambiente da escola e as mudanças de comportamento conforme a historia vai andando.


Por ser tão complexo e detalhista na hora de representar as personagens a sensação que fica é essa da descrição na contra capa, essas garotas poderia ser você, sua amiga ou uma conhecida ela poderia ser narrada em qualquer lugar, qualquer colégio.


A autora criou lugares comuns para todas nos ao ponto de não importar se tem ou não alguém com quem você se identifica no livro tudo é familiar.


E apesar de tratar de temas complicados como cultura do estupro, autismo e sexualidade, tudo e bem balanceado entre temas importantes, momentos de descontração e amizade essa é uma leitura encantadora, inspiradora mas acima de tudo real, fortemente indicada diria até obrigatória.


E você, conhece a autora? Ja leu outro livro dela?

Me conta nos comentarios.




Contato - Conta para mim o que você está achando:

© 2023 by Train of Thoughts. Proudly created with Wix.com